reprodução automática próximo vídeo em 5s

Temer critica "exagero" de manifestações e diz que país não vai parar

Um dia após manifestações que deixaram 48 feridos e oito presos em Brasília, o presidente da República, Michel Temer (PMDB), afirmou, em vídeo publicado nas redes sociais nesta quinta-feira (25), que o Brasil não parou e não vai parar.

Meus amigos, o Brasil não parou e não vai parar. Continuamos avançando e votando matérias importantíssimas no Congresso Nacional. As manifestações ocorreram com exageros, mas deputados e senadores continuaram a trabalhar em favor do Brasil, disse. O protesto de ontem pedia a saída de Temer do governo e se opunha às reformas em tramitação no Congresso.

A declaração foi dada em vídeo gravado na tarde desta quinta e publicada no perfil do presidente nas redes sociais. Foi a primeira declaração pública de Temer sobre o assunto.