reprodução automática próximo vídeo em 5s

Ritmo lento de vacinação pode cultivar mutações, diz presidente do Einstein

O presidente do Hospital Albert Einstein, Sidney Klajner, disse que a lentidão da vacinação no Brasil gera a oportunidade para cultivar mutações do coronavírus. A declaração foi dada hoje ao UOL News. Quando nosso programa avança num ritmo tão lento, gera a oportunidade de cultivar mutações que levam a cepas mais infectantes, colocando em risco o próprio PNI, alerta.