reprodução automática próximo vídeo em 5s

Policiais da Rota são presos após serem desmentidos por GPS

Quatro policiais da Rota (tropa de elite da PM) tiveram a prisão temporária de 30 dias decretada e foram levados para o presídio militar de Romão Gomes, na capital paulista. Eles são acusados da morte do desempregado Gualtiero de Oliveira, 35. O crime aconteceu no último dia 7 de outubro no Guarujá, litoral de São Paulo. Segundo a investigação, os policiais haviam alegado resistência seguida de morte --quando o policial mata um criminoso em confronto--, mas a versão foi derrubada após análise do GPS do carro deles. A reportagem foi exibida no SBT Brasil. Leia mais. Acesse o UOL Notícias.



UOL Cursos Online

Todos os cursos