reprodução automática próximo vídeo em 5s

Polícia Civil do Ceará pede socorro e melhorias para o estado

A Polícia Civil do Ceará foi às ruas para pedir o apoio da sociedade. Durante a semana passada, dezenas de outdoors foram espalhados pelas ruas de Fortaleza, com estatísticas que apavoram qualquer cidadão cearense. No estado, há um efetivo de 2,6 mil policiais, um número que diminuiu drasticamente se comparado à decada de 80, com 4,5 mil profissionais da segurança.

Nos anúncios expostos nas ruas da capital há as seguintes informações:

"Uma pessoa é estuprada a cada cinco horas no Ceará";
"Uma pessoa é morta a cada duas horas no Ceará";
"Seis pessoas são assaltadas a cada hora no Ceará".

Segundo o diretor do Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol-CE), Francisco Lucas de Oliveira, essas informações contem números que representam fielmente a insegurança atual do estado. A campanha Polícia Legal busca mudar a imagem que a sociedade tem dos policiais e cobrar melhorias que levam insatisfação a esses profissionais.

Ainda segundo o Sinpol-CE, a defasagem do número de policiais compromente a elucidação dos crimes. Em apenas 10% dos casos se chega à autoria dos crimes. Só 2% dos casos são investigados e o restante vai para as gavetas e se tornam arquivos.


Veja outros vídeos do Tribuna do Ceará:
http://tribunadoceara.uol.com.br/videos/



UOL Cursos Online

Todos os cursos