reprodução automática próximo vídeo em 5s

Lula confirma encontro com Emilio Odebrecht, mas diz que não discutiu valor

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) contestou em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, nesta quarta-feira (13), as informações oferecidas pelo ex-ministro Antonio Palocci, em interrogatório na semana passada, de que Lula, a ex-presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente da Odebrecht, Emilio Odebrecht, teriam tratado de valores escusos e de uma relação de interesses entre o PT e a empresa em um encontro realizado no dia 30 de dezembro de 2010.

Lula confirmou a reunião, mas disse que não passou de uma conversa de 10 minutos e que nenhum valor foi tratado. Segundo o ex-presidente, o encontro foi uma solicitação de Emilio para falar que passaria o comando de sua empresa para o filho, Marcelo.



UOL Cursos Online

Todos os cursos