reprodução automática próximo vídeo em 5s

Gilmar diz que Rio está em falência e Fux critica MT

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes disse, durante sessão plenária desta quinta-feira (7), que o Estado do Rio de Janeiro está em "falência" e que seu Estado natal, o Mato Grosso, é "progressista", durante debate com o ministro Luiz Fux.

Em julgamento sobre o poder de assembleias legislativas de revogar prisão e outras medidas contra deputados estaduais, Gilmar fez uma interferência durante o voto do ministro Alexandre de Moraes, e disse que é preciso "cuidado com o autoritarismo", afirmando que, por exemplo, tem regra específica para prisão de juiz ou de procurador. "Eu fico muito admirado quando se fala, por exemplo, na corrupção das assembleias legislativas. Se olharmos o caso do Rio de Janeiro, como isso se formou? Se formou dentro de um tipo de pacto entre juízes e presidentes de tribunais e assembleia legislativa e o governador. Foi assim que se construiu isso", disse Mendes.
Fux homologou a delação do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB), a qual chamou de "monstruosa".

Gilmar, então, responde: "o que falei para o Rio pode valer para Mato Grosso. Não quero esse tipo de patriotada. A única coisa que disse é que Mato Grosso é progressista e o Rio está em falência"

Fux, que é fluminense, discorda: Fux: "Um Estado progressista, sinceramente, desde que eu li a delação daquele governador Silval Barbosa…"

Após retomar a palavra, o ministro Alexandre de Moraes, paulista, ironiza: "Se quiserem colocar alguma questão de São Paulo eu não vou ficar magoado".



UOL Cursos Online

Todos os cursos