reprodução automática próximo vídeo em 5s

Ex-presidente da OAS diz que Lula pediu para que destruísse anotações

O ex-presidente da OAS Léo Pinheiro afirmou ter recebido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedido para que destruísse anotações.
Segundo Pinheiro, os registros diziam respeito a operações ilegais da OAS para os cofres do PT. A afirmação foi feita nesta quinta (20) em depoimento ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, no âmbito da operação Lava Jato. Pinheiro diz que Lula o questionou sobre possíveis provas de transações executadas com João Vaccari Neto, ex-tesoureiro do PT. O ex-presidente da OAS afirmou ainda que Lula era o real dono de um tríplex no Guarujá (SP), apesar de a OAS constar, no papel, como proprietária do imóvel. A defesa de Lula nega irregularidades e diz que Pinheiro não apresenta provas do que diz. Leia mais

UOL Cursos Online

Todos os cursos