reprodução automática próximo vídeo em 5s

Em 2010, José Dirceu pediu votos a Marcelo Sereno

Ex-ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu foi um dos principais cabos eleitorais do economista Marcelo Borges Sereno (PT-RJ) à Câmara Federal, em 2010. Ele não se elegeu. "Marcelo é meu companheiro. Meu irmão. Dirigente da CUT. Profissional. Competente. Um petista. Está na hora de eleger Marcelo deputado federal", pediu Dirceu, na ocasião.