reprodução automática próximo vídeo em 5s

Dono da JBS descreve compra de deputados para tentar barrar impeachment

O dono da JBS, Joesley Batista, disse, em delação premiada, que o deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) lhe pediu dinheiro para "comprar" 30 deputados federais, ao custo de R$ 5 milhões cada, para votarem contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), na sessão do dia 17 de abril do ano passado, na Câmara. O pedido teria ocorrido na noite anterior, na casa do empresário, quando o deputado apareceu sem ser convidado. Batista disse ter aceitado pagar R$ 15 milhões por cinco parlamentares. Deste valor, R$ 3,5 milhões foram pagos, segundo o delator.



UOL Cursos Online

Todos os cursos