reprodução automática próximo vídeo em 5s

Como fica a disputa eleitoral?

A condenação em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e uma possível inviabilização de sua candidatura para a Presidência da República em 2018 podem favorecer o crescimento de um candidato de centro, com valores liberais, para as eleições deste ano.

Essa hipótese foi levantada pelos blogueiros do UOL Josias de Souza e Leonardo Sakamoto, durante um debate realizado na redação do UOL com a presença do advogado João Paulo Martinelli, professor da faculdade de direito IDP (Instituto de Direito Público), de São Paulo.

"A (possível) inviabilização da candidatura de Lula, a meu juízo, vai esvaziar automaticamente o polo do extremo oposto, que é Bolsonaro", disse Josias de Souza. "Abre-se uma avenida para a consolidação de um nome de centro, um nome que ainda não está claro quem vai ser".

"Se nenhum dos outros candidatos se mostrar saboroso ao centro, ao mercado ou a outras instituições, provavelmente Luciano Huck pode voltar", disse Sakamoto.

Para o jornalista, por mais que Huck já tenha prometido que não irá participar das eleições, um nome como o dele pode ganhar espaço "no meio dessa polarização sem o Lula".



UOL Cursos Online

Todos os cursos