reprodução automática próximo vídeo em 5s

África do Sul: radicais brancos descartam vingança

O Movimento de Resistência Africânder prometeu não vingar o assassinato de um líder radical branco, na África do Sul. O crime ameaçou reacender as tensões do Apartheid, a poucos meses da Copa do Mundo de 2010. As informações com o correspondente da Band em Johanesburgo, Henri. Visite UOL Notícias