! "2013 ficou marcado por uma triste lembrança: o fim da MTV", diz Stycer - TV UOL

reprodução automática próximo vídeo em 5s

"2013 ficou marcado por uma triste lembrança: o fim da MTV", diz Stycer

Para os colunistas do UOL Mauricio Stycer, Flavio Ricco e Ricardo Feltrin, as cinco maiores emissoras abertas do Brasil não apresentaram grandes novidades em 2013. A única que tentou algo diferente foi a Globo, com a aposta, por exemplo, em novos autores na novela “Além do Horizonte”. O pior desempenho, segundo eles, ficou com o SBT que, mais uma vez, apostou nas pegadinhas e em remakes de tramas latino-americanas. “O canal exibe atualmente seis novelas e apenas uma é produção própria. Parece que a emissora abdicou de produzir algo com relevância”, diz Mauricio Stycer. Na Record, o ano ficou marcado pela saída do apresentador Gugu e pela baixa audiência das suas maiores apostas: “Pecado Mortal” e “O Aprendiz”. A Rede TV! promoveu a volta de João Kléber e manteve no ar “Luciana by Night” e “Mega Senha”. “Pode parecer pouco, mas a emissora hoje produz mais do que o SBT”, fala Flavio Ricco. A Band manteve suas maiores atrações (“CQC”, “Agora é Tarde”, “Pânico” e “A Liga”) e novamente segurou a audiência com o “Brasil Urgente”. “O programa é a novela das seis da emissora”, brinca Ricardo Feltrin.