reprodução automática próximo vídeo em 5s

Não vejo como deputado preso pode trabalhar, diz Alves

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse nesta terça-feira (3), após reunião com o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, que pediu pressa para que o Supremo examine a liminar que suspendeu a sessão da Câmara que manteve o mandato do deputado Natan Donadon (ex-PMDB-RO). "Não vejo como [quem está preso trabalhar". Criaria absurdo constragimento para a Casa legislativa". Leia mais

UOL Cursos Online

Todos os cursos