Fundador do Megaupload continua preso na Nova Zelândia

Um tribunal de justiça neo-zelandês deixou nesta segunda-feira (23) visto para sentença o pedido de liberdade solicitada pelo fundador do portal MegaUpload, Kim Schmitz, em prisão preventiva e cuja extradição foi solicitada pelos Estados Unidos, por pirataria informática.
No final da audiência de cerca de quatro horas, o juiz David McNaughton, disse que a decisão será anunciada na terça-feira (24) ou quarta-feira (25) desta semana. Visite o UOL Notícias

Tags: aplicativo notícias, download, downloads, efe, internacional, internet, jornalismo, megaupload, notícias, pirataria, tecnologia, web

UOL Cursos Online

Todos os cursos