Cresce número de mulheres na lista dos procurados do Rio

Ivone de Mendonça, única mulher de uma quadrilha que praticava assaltos, estava entre os três mortos em uma troca de tiros com a policia em um restaurante, no Rio de Janeiro. Segundo a polícia, ela não só era a única mulher do grupo como tinha um papel fundamental no bando: era a primeira a entrar, levava as armas e anunciava o assalto. Por ser mulher e andar bem vestida não levantava suspeitas.
A cada ano cresce o número de presas nas penitenciárias do Rio. Hoje, nove mulheres estão na lista dos criminosos mais procurados pelo disque-denúncia do Estado. Reportagem exibida no SBT Brasil. Visite o UOL Notícias

Tags: aplicativo notícias, crime, jornalismo, notícias, rio de janeiro, rj

UOL Cursos Online

Todos os cursos